Bia projeta um 2017 ainda melhor no Vôlei Nestlé

Por Saque Viagem - 27/12/2016 - 17h51 - São Paulo

Se o Vôlei Nestlé tem a segunda melhor campanha da Superliga feminina, uma das responsáveis é a central Bia. De volta ao José Liberatti após formar uma boa dupla com Fabiana no Sesi-SP, a atacante tem se saído bem na missão de substituir Thaísa e Adenízia, dois ícones do time nas últimas temporadas.
 
No primeiro turno, foram 120 pontos computados. Na disputa particular entre as centrais, Bia só não marcou mais pontos que Jucy, do Rexona-Sesc, e Vivian, do Terracap/BRB/Brasília Vôlei. No quesito bloqueio, a paulista de Sorocaba tem o maior número de pontos entre as atletas inscritas na competição, 35, mas apenas 28,93% de sucesso no fundamento.
 
 
Bia tem 120 pontos na Superliga (Foto: João Pires/Fotojump)
 
 
“O primeiro turno da Superliga foi ótimo e terminamos em segundo, fechando o turno com vitória em casa por 3 a 0. Agora para 2017 espero melhorar ainda mais junto com a equipe. Nossos objetivos são grandes, portanto, temos que treinar e nos dedicar na mesma proporção", comentou Bia.
 
Com o bom trabalho, a atacante faturou duas vezes o troféu VivaVôlei, nas vitórias sobre Rio do Sul e Renata Valinhos/Country. Além disso, teve participações decisivas em jogos contra times da parte superior da tabela. Diante do Rexona-Sesc, foram 17 pontos marcados em cinco sets de clássico.
 
As atuações de destaque diminuíram a pressão para substituir Thaísa e Adenízia no Vôlei Nestlé. "No começo, encarei meu retorno como um difícil desafio, mas logo no primeiro dia no clube vi que seria gostoso de ser encarado, pois tinham pessoas que confiavam em mim e sabiam que chegaria no meu melhor.”  
 
Bia e o Vôlei Nestlé voltam a se apresentar na Superliga no próximo dia 7, às 20 horas (de Brasília), contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano. O desafio faz parte da primeira rodada do returno e acontece na cidade de Manaus (AM).