Brasília pisa no Liberatti para tentar 2ª vitória sobre o Osasco

Por Saque Viagem - 09/02/2017 - 19h09 - São Paulo

Brasília venceu o Osasco no jogo de ida (Foto: Shizuo Alves/Ponto Marketing Esportivo)
 
 
A recordação que as comandadas de Anderson Rodrigues tem do Vôlei Nestlé é a melhor possível. No jogo de ida, em Taguatinga (DF), o Terracap/BRB/Brasília Vôlei venceu por 3 a 0, protagonizando um dos resultados mais surpreendentes da edição 2016/17 da Superliga feminina. 
 
Nesta sexta-feira (10), às 21h30, o time de Paula Pequeno volta a ficar frente a frente com as osasquenses, mas agora no ginásio José Liberatti. Caso repitam o bom resultado, ficam a apenas três pontos da classificação para os playoffs. A líbero Silvana lembra, no entanto, que o jogo tende a ser diferente neste segundo turno.
 
“No primeiro turno, nossa vitória pareceu fácil, mas sabemos o quanto foi difícil. Fomos obedientes taticamente e conseguimos fazer direitinho o que nos foi proposto. Agora, no segundo turno, muda muito o cenário, pois o Osasco evoluiu bastante e sabemos que não será fácil para nenhum dos dois lados, ainda mais fora de casa”, comentou Silvana.
 
Em toda a história do confronto, é o Osasco quem leva vantagem. São 10 vitórias do time paulista, contra apenas uma do brasiliense. Até por isso, a ponteira Amanda vê o Brasília como franco-atirador no José Liberatti. O favoritismo é todo das donas da casa, que têm um grupo bem mais estrelado que o Brasília.
 
“É um confronto difícil. A equipe de Osasco tem jogadoras experientes. Sabemos que lá tentarão a revanche, mas nosso dever é fazer um bom jogo. Vamos estar num ambiente bom para elas e entraremos como franco-atiradores para tentar o melhor resultado, pois é um confronto direto na tabela”, falou Amanda.